W.A.S.P. – Dominator (2007)

Com “Dominator”, a banda deixa de lado toda a pompa, circunstância e os ares de superprodução hollywoodiana e investe em uma sonoridade mais básica, que chega a evocar os seus primeiros álbuns, além de meter o dedo na ferida da atual situação política estadunidense. O resultado é incendiário: “Dominator” é pesado, visceral, furioso, venenoso, gritante, gritado, direto ao ponto.
Esse post foi publicado em W.A.S.P.. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s